manifestando o Reino em meio à adoração, intercessão e batalha espiritual

Rede de Intercessão Ouviram Pauta de Oração 4º Jubileu

Segundo a leitura de hoje em Levítico 25, devemos orar:

 

  • Por uma consciência de propriedade da terra. Não somos posseiros ou invasores do nosso território. Deus nos plantou nessa terra do Brasil. Que saiam os posseiros. Lv 25:2b

 

  • As características de um Ano de Jubileu são ensaiadas em Anos Sabáticos. Então devemos observar, aprender e praticar a mentalidade do sábado. Oremos por uma compreensão melhor e mais ampla do que significa o sábado semanal, o sábado dos anos e o Jubileu. Lv 25:3-7

 

  • O Sétimo mês indica a contagem de um novo ciclo. Oremos por uma mentalidade renovada, e que busca o pão do céu e a água viva; em lugar do pão bolorento e da água suja. Lv 25:9a

 

  • Aos dez do mês é o Dia da Expiação ou Dia do Perdão (Yom Kipur). Esse é o dia nacional de arrependimento para Israel. Sendo assim, fica claro que é das entranhas de um verdadeiro arrependimento, que nasce um verdadeiro tempo de Jubileu. Oremos por um verdadeiro arrependimento dos componentes dos 5 ministérios. São estes que podem levar a Igreja Brasileira ao arrependimento. Esta Igreja arrependida é que levará o Brasil a prostrar-se diante do Deus Eterno. Lv 25:9b 

 

  • É preciso fazer a trombeta passar por toda a terra. Temos que orar para que nossa trombeta (o Ap Paulo de Tarso), tenha acesso a todo o Brasil, com essa mensagem. Lv 25:9c

 

  • Temos que orar e declarar o ano de 2022 como sendo Santo ao Senhor (a partir de 7 de setembro) Lv 25:10a; 12a

 

  • É um tempo de apregoar liberdade aos moradores dessa terra. Aqui é preciso orar para que se levantem os pregoeiros. E também para que toda prisão seja quebrada (existem inúmeras prisões, portanto deixe o Espírito te orientar). Lv 25:10b

 

  • Devemos orar por restituição de posses roubadas ou perdidas ao longo de nossa história. Lv 25:10c

 

  • Devemos orar por restauração familiar. Lv 25:10d

 

  • Quando essa lei foi entregue, Israel era uma nação agrícola, e portanto, dependente da terra para prosperar. Não trabalhar a terra significava não se envolver com a produção de riquezas. Tinham que depender do que Deus iria fazer brotar. Temos que orar para que a Igreja Brasileira deixe de confiar na força de seu braço e nos seus muitos métodos ou modelos. Desde os dias da Igreja do primeiro século, que o Senhor demonstra que é Ele quem acrescenta à Igreja. Lv 25:11

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado